Com o pezinho na estrada

Viajar com os pequenos pode, sim, ser muito prazeroso

Atire a primeira chupeta quem nunca ficou com preguiça só de pensar em pegar a estrada ou o avião com o bebê a tiracolo. É tanta coisa para levar, tantos detalhes da rotina para encaixar na programação... O máximo a que muitos casais se permitem é passar uns dias na casa de praia ou no sítio de algum parente. Mas Livia Gonzaga, autora do blog Viagens de uma Mãe de Primeira Viagem, prova que não precisa ser assim. Quando sua filha tinha 2 meses de idade, viajou de carro com ela de São Paulo para Belo Horizonte. Aos 5 meses, pegou o avião para conhecer São Luís do Maranhão e, aos 7, foi de malinha e cuia para Madri.

Apaixonada por viagens desde pequena, herança do pai e do avô, Livia conta que não foi difícil incluir a pequena em seus roteiros. "Os hábitos que tive que adquirir em relação a viajar com um bebê foram todos relativos a fazer um planejamento mais cuidadoso, tentando me antecipar às situações que pudessem acontecer. Sempre faço listas dos preparativos para não esquecer nada, examino a documentação necessária, especialmente em viagens ao exterior, e também sempre tenho um seguro de viagem quando vamos para fora do país", enumera a moça, que atualmente vive na Austrália com o marido e a filha. "Também me tornei mais exigente com relação à hospedagem, não em relação ao luxo, mas à higiene e segurança de hotéis e pousadas. Antes de nossa filha nascer, sempre viajávamos de carro sem fazer muitas paradas; depois dela, as paradas ficaram mais frequentes e não tínhamos mais hora marcada para chegar. Mas talvez a principal mudança foi me tornar mais flexível e relaxada, mas, ao mesmo tempo, mais organizada, pois com criança nem sempre os horários ou os programas acontecem da forma como prevemos."

Depois da aventura na Espanha, Livia pegou tanto gosto por viajar com sua pequena que resolveu criar o blog, dividir suas experiências e dar dicas para outros pais também poderem desfrutar da delícia de explorar o globo com seus pimpolhos. "Levar os filhos junto só aumenta o prazer dos passeios, dos programas. É como se redescobríssemos o mundo através dos olhos encantados da criança, como se tudo fosse novo, nossa visão ganha outra perspectiva", finaliza.

Conteúdo desenvolvido pela área de Projetos Especiais, da Editora Abril, sob encomenda para a Natura Mamãe e Bebê.
22/11/2013