É ler para crer

Livros podem ser um ótimo instrumento de aproximação entre pais e filhos

Você acha que precisa esperar seu filhote estar quase alfabetizado para contar histórias para ele? Pois pode antecipar seus planos e começar logo a formar uma boa biblioteca de livros infantis. Estudos recentes comprovam que ler para bebês é uma forma poderosa de aumentar o vínculo com eles, de tranquilizá-los e de contribuir para o bom desenvolvimento do cérebro. Pesquisadores canadenses chegaram a essa conclusão depois de conduzir uma pesquisa com bebês internados em UTI. Depois de um longo período de internação, seus pais foram orientados a ler para eles desde os primeiros dias em casa. Resultado: a readaptação à rotina doméstica foi muito mais tranquila, pois os adultos ficaram mais seguros e próximos de seus rebentos.

Mesmo sem entender o sentido da história, o pequeno se sente acalentado pela voz do pai ou da mãe, velhas conhecidas desde os bons tempos de vida uterina.

Esse contato precoce com a literatura também ajuda no desenvolvimento da fala e, mais tarde, da escrita. Para quem tem dúvida de por onde começar, os contos de fadas são sempre boas escolhas.

Conteúdo desenvolvido pela área de Projetos Especiais, da Editora Abril, sob encomenda para a Natura Mamãe e Bebê.
22/11/2013